BannerFecharFrasco
BannerEnvazando
BannerEncapsulando
BannerEmpresa
BannerCaixinhas

Fitoterapia x Homeopatia

A FITOTERAPIA e a HOMEOPATIA são métodos alternativos à medicina convencional, utilizados para tratar diversas doenças. Essas terapias utilizam matérias-primas naturais na sua fabricação. No caso da fitoterapia, utiliza-se exclusivamente plantas medicinais. Já na Homeopatia, além de plantas, utilizam-se elementos minerais e animais.

A palavra Fitoterapia vem do grego e significa “Terapia através das plantas”. Apesar de ser uma terapia alternativa à convencional (alopatia), utiliza o mesmo princípio do contrário, ou seja, busca suprimir os sintomas das doenças com substâncias (naturais) que atuem “contrariamente” aos mesmos, por exemplo, antidepressivos (contra depressão), antitérmicos (contra febre), anti-inflamatórios (contra inflamação), entre outros. Tanto que muitos medicamentos alopáticos utilizados hoje em dia são substâncias extraídas e purificadas de plantas medicinais ou sintetizadas a partir de substâncias já conhecidas.

Cada dia que passa a Fitoterapia é mais pesquisada. Na maioria dos medicamentos fitoterápicos registrados, sabe-se qual substância (princípio ativo) é responsável pela ação do medicamento. E atualmente, os laboratórios responsáveis pela produção conseguem quantificar o princípio ativo das plantas para manter a qualidade do produto.

Já a Homeopatia (do grego “homeo” = semelhante e “pathos” = doença), baseia-se no princípio do semelhante, ou seja, doenças semelhantes curam doenças semelhantes. Diante desse princípio, o tratamento é feito pela dinamização (diluição + 100 sucussões ou batidas ritmadas) de uma substância que produz sintomas semelhantes ao que o paciente está sentindo, buscando tratar o doente e não o sintoma.

Diferente dos fitoterápicos, a concentração dos medicamentos homeopáticos são medidos em POTÊNCIA (quanto maior a potência, maior a diluição). As potências mais utilizadas são a DECIMAL (diluição na escala de 1:10) e a CENTESIMAL (diluições na escala de 1:100).

Uma particularidade dos homeopáticos é que a receita de um medicamento em certa potência é específico para cada pessoa. O recomendado é consultar um médico homeopata para utilizar este tipo de produto. Já os fitoterápicos, por seguirem os princípios da alopatia, são receitados por muitos médicos tradicionais.

Atualmente, tanto a Fitoterapia quanto a Homeopatia são terapias reconhecidas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e estes produtos devem ser registrados ou notificados nesta agência.